Pesquisar
Close this search box.

A diferença entre HD e SSD: Como eles funcionam

HD e SSD

Os HD e SSD (disco rígido e disco de estado sólido, respectivamente) são dispositivos de armazenamento de dados muito conhecido e utilizado em computadores. O HD, por exemplo, recebe essa denominação por conter discos magnéticos que guardam as informações. Existem minúsculos pontos magnetizados dentro do disco rígido, conhecidos como bits, que representam as informações armazenadas. Um braço mecânico, com uma cabeça de leitura e gravação, então, se move sobre os discos para acessar as informações necessárias. Detalharemos o SSD ao longo do post, analogamente como introduzimos o HD. Neste artigo Dicas TOP traz para você as principais informações e diferenças entre os dois dispositivos.

Continua após a publicidade..

Como funciona a gravação de dados em um HD?

Os dados são armazenados no HD por meio do processo de magnetização. Sendo assim, cada bit pode estar magnetizado, representando um dado, ou desmagnetizado, sem representar nenhuma informação.
Um braço mecânico se move sobre os discos e grava os dados em diferentes partes, desde o centro até a borda, conforme demanda. Sobretudo, essa entrega do braço e o giro dos discos fazem com que o HD seja mais lento em comparação com outros dispositivos de armazenamento.

HD e SSD – Porque o primeiro é mais lento que o outro

O HD utiliza peças mecânicas em seu funcionamento, o que torna o processo de leitura e gravação mais demorado. Além disso, o HD precisa realizar uma rotação completa para acessar os dados em diferentes partes do disco. Em outras palavras, essas características fazem com que o HD seja mais lento em comparação com o SSD, que utiliza apenas componentes eletrônicos e não possui partes móveis.

Continua após a publicidade..

O que é um SSD?

O SSD, ou unidade de estado sólido, é um dispositivo de armazenamento de dados mais rápido e durável do que o HD. Desse modo, ele não possui componentes móveis e grava os dados em memória flash.
O SSD não precisa de uma peça mecânica (braço) para acessar os dados, diferente do HD, tornando o processo de leitura e gravação bem mais rápido.

HD e SSD – Como funciona a estrutura de um SSD

Um SSD é composto por um controlador de memória, módulos de memória e um conjunto de células que armazenam os dados. Dependendo do tipo de SSD, cada uma das células pode salvar um ou mais bits de informação. O driver de memória manda pulsos elétricos para as células, magnetizando-as e gravando as informações. Essa estrutura permite que o SSD realize várias tarefas simultaneamente, o que contribui para sua velocidade de operação.

Continua após a publicidade..

Qual a diferença entre SATA e NVM?

Existem diferentes tipos de SSD, sendo os mais comuns os do tipo SATA e os do tipo NVM. O SATA utiliza a interface SATA para a transferência de dados, enquanto o NVM utiliza o barramento PCI Express. Os SSDs tipo NVM tendem a ser mais velozes do que os SATA, aproveitando a maior velocidade de transferência do PCI Express.

HD e SSD – Quais são as vantagens e desvantagens do SSD?

O SSD apresenta diversas vantagens em relação ao HD, como maior velocidade de leitura e gravação, baixo consumo de energia e maior durabilidade por não possuir partes mecânicas. O SSD também possui alguns pontos negativos, como o preço mais caro em relação ao HD e a dificuldade de apagar informações individualmente.

Continua após a publicidade..

Conclusão

Em resumo, o HD utiliza discos magnéticos e peças mecânicas para armazenar e acessar os dados, o que o torna mais lento e mais demorado em suas operações. Já o SSD utiliza memória flash e componentes eletrônicos, oferecendo maior velocidade e durabilidade. Apesar das diferenças, os dois tipos de dispositivos são usados ​​para guardar e acessar informações em desktops e laptops, cada equipamento com suas vantagens e desvantagens.

Você também pode gostar: